Hoje é um dia muito importante na história da Vitreo. Um dia em que damos mais um passo pensando no que nos move: você.

A Vitreo nasceu há dois anos com um propósito muito claro: mudar a relação do brasileiro com seus investimentos.

Como você sabe, nascemos conectados, por meio de um acordo comercial, com a Empiricus, a maior publicadora de conteúdo financeiro do país, que busca, desde 2009, entregar ao investidor pessoa física recomendações independentes de investimentos de extrema qualidade.

Essa parceria se iniciou baseada em valores comuns, sendo o principal deles a convicção de que o mercado financeiro brasileiro já tinha mudado bastante, mas que ainda tinha muito a evoluir em transparência e alinhamento com o cliente. Em resumo: a missão de colocar, de uma vez por todas, os interesses do cliente em primeiro lugar.

E é sobre esse alinhamento de missão na origem que eu venho escrever hoje. Este comunicado é, antes tudo, um manifesto. Faremos tudo para revolucionar e ser protagonistas em torno do nosso propósito: dar todas as ferramentas para que você possa investir melhor.

A Empiricus traz o racional, a pesquisa, a educação e a recomendação. A Vitreo traz a tecnologia, a execução, a transparência e a facilidade. As duas juntas oferecem a você uma experiência mais consciente, mais prática e, no fim das contas, mais rentável para seus investimentos.

Hoje, 9 de outubro de 2020, encerramos um primeiro ciclo e damos um novo grande passo. Para nós, para o mercado financeiro brasileiro e para você. Com muito orgulho e motivação, os sócios da Vitreo e da Empiricus anunciam seu desejo de se juntarem societariamente para a criação da Universa, uma holding que deterá a integralidade do capital de ambas as empresas. Fazemos este anúncio como um desejo, pois nossa junção, naturalmente, está sujeita à aprovação do Banco Central.

Esta união representa uma alternativa relevante quando comparada ao mundo das indicações conflitadas que são regra, tanto na indústria 1.0 (os "bancões") quanto na indústria 2.0 (as corretoras com plataforma aberta).

Podemos afirmar, sem falsa modéstia, que esta união é a inauguração objetiva da indústria 3.0, no Brasil.

Somos a primeira plataforma de investimentos, com escala, que tem os clientes verdadeiramente no centro, fazendo o contraponto aos modelos onde o foco está no produto e nas comissões geradas aos intermediários. Agora acrescida do research independente mais importante e qualificado do Brasil, vindo da Empiricus.

Sei que boa parte da nossa base de clientes admira e conhece muito bem o Felipe Miranda, CIO, estrategista-chefe da Empiricus – e agora futuro sócio da Universa.

Em seu newsletter, o “Day One” de hoje, ele transborda energia, em mais um texto esplendidamente escrito, uma aula de storytelling, onde ele divide com o leitor sua visão sobre como essa união entre Vitreo e Empiricus veio para revolucionar. Recomendo fortemente a leitura (link aqui). Pego aqui emprestadas algumas de suas palavras:

“Esta sexta-feira marca o primeiro dia das nossas novas vidas. Entramos para jogar a Major League do mercado de investimentos no Brasil.

Há dois maiores vencedores: o investidor e todo o nosso mercado de capitais. Arrisco dizer que o 9 de outubro de 2020 é um marco: o primeiro dia da indústria de investimentos 3.0 no Brasil com escala e relevância.

(...)

“Precisávamos avançar para a indústria 3.0, em que oferecemos o conceito de plataforma aberta e, também, recomendações de investimento profundas, embasadas, feitas por um research grande e técnico, e sem conflito de interesses. Aqui temos algo verdadeiramente alinhado ao investidor.

(...)

Juntas, Empiricus e Vitreo formam um grupo empresarial mais forte, relevante, robusto e capitalizado. Guardadas as devidas e enormes proporções, percebemos que, assim como a Apple dispõe do Ipod e do Itunes, a Amazon oferece o Kindle e a compra de livros, precisaríamos ter uma experiência completa e fechada num único grupo”.

E é importante fazer um recorte histórico. De maneira muito construtiva e bem-sucedida, a parceria com a Empiricus nos ajudou a chegar até aqui. A Vitreo tem hoje mais de 75 mil clientes e R$ 6,5 bilhões sob custódia. Começamos como uma gestora de um fundo de previdência e, ao longo do tempo, trouxemos um número crescente de soluções de investimento. Com o lançamento da Vitreo DTVM em maio deste ano, caminhamos rapidamente para nos tornarmos uma plataforma de investimentos completa, onde você pode concentrar todos os seus investimentos por meio de uma jornada simples, personalizada e alinhada com você.

Com essa união de forças pretendemos oferecer ao investidor o que ele merece – uma solução completa para seus investimentos com alinhamento de interesses, em uma experiência fácil, simples e personalizada, com forte base em tecnologia.

Pois é. Tudo aquilo que você sonhava como investidor, agora ao seu alcance. Os melhores produtos do mercado, em breve com Homebroker, Tesouro Direto e o seu assessor digital, na melhor e mais alinhada experiência, com total transparência. Tudo isso somado -- na ponta da educação e da informação independente -- ao melhor e mais importante research financeiro do Brasil. Mas vale repetir mais uma vez: a transação está sujeita à aprovação do Banco Central, e só ocorrerá depois que for obtida.

Em meu nome e no de toda a equipe da Vitreo, obrigado pela sua confiança em nosso trabalho e seja bem-vindo à Universa. A revolução 3.0 da indústria financeira acabou de começar.

Um abraço,

Patrick O'Grady
CEO Vitreo